ABEMI realiza palestra sobre Descomissionamento de plataformas de petróleo em São Paulo
Executivo da Petrobras apresenta, no dia 19 de fevereiro, o Programa de Descomissionamento, que inclui a desativação e desmontagem 

Fevereiro, 2018 – Até 2020, a Petrobras prevê iniciar o descomissionamento de 28 plataformas fixas – 22 delas são estruturas offshore no Nordeste brasileiro e 6 ficam na Bacia de Campos. O processo de licitação para desmontagem de outros três desses ativos no Campo de Cação (ES) já está em andamento e há mais um equipamento em fase de desativação no Rio de Janeiro.

Para apresentar detalhes sobre o Programa de Descomissionamento da Petrobras, a ABEMI (Associação Brasileira de Engenharia Industrial) recebe, no dia 19 de fevereiro, Eduardo Zacaron, gerente de Descomissionamento do E&P da Petrobras. O executivo fará uma apresentação para os associados sobre o desafio técnico e ambiental de desmontar plataformas de extração de petróleo na costa brasileira.

“O descomissionamento é uma etapa importante e complexa, que deve ser realizada quando acaba o petróleo ou quando a quantidade existente não vale mais a pena. Em resumo, é preciso fazer o tamponamento dos poços para evitar vazamentos e desmontar e retirar do mar os equipamentos submarinos e a plataforma. O Brasil ainda não tem regras ambientais claras a respeito desse desmonte, o que aumenta a complexidade desse trabalho”, explica Hideo Hama, conselheiro da ABEMI e presidente da Fluxo Soluções Integradas Ltda.

Hideo Hama explica ainda que esse plano da Petrobras representa uma grande oportunidade para o setor de engenharia, de operação, fabricantes de equipamentos, entidades de proteção ambiental, provedores de tecnologia e até escritórios de advocacia ligados ao setor de óleo e gás, que atravessaram anos de baixa demanda de novos projetos.

Segundo a Agência Nacional de Petróleo, 68 plataformas da Petrobras têm mais de 25 anos de implantação, 30 têm entre 15 e 25 anos, e 62 têm menos de 15 anos, um cenário que indica aumento da demanda de projetos de descomissionamento nos próximos anos.

Para se ter uma ideia dos impactos desse tipo de demanda, no Mar do Norte o orçamento para as atividades de desmontagem de 349 campos de extração de petróleo e 7.800 quilômetros de pipelines é de 17 bilhões de libras esterlinas nos próximos 9 anos.

SOBRE O EVENTO
A palestra Descomissionamento de Sistemas de Produção de Óleo e Gás no Brasil, com o gerente de descomissionamento do E&P da Petrobras, Eduardo Zacaron, será realizada na sede da ABEMI no dia 19 de fevereiro, às 15 horas.
Local: Av. Paulista, 2006 – 15o andar
 
ATENDIMENTO A IMPRENSA
Marciel Oliveira – marciel@conteudoeditora.com.br
Tel.: 11 3898-0195 – 11 97433-6378
Melissa Kechichian – melissa@conteudoeditora.com.br
Tel.: 11 3898-0195 – 11 99802-0839

SOBRE EDUARDO ZACARON
Engenheiro mecânico, graduado pelo Centro Universitário do Leste de Minas Gerais e pós-graduado em Gerenciamento de Projetos. Trabalha na Petrobras desde 2007, quando se especializou em Engenharia de Equipamentos Submarinos. Atualmente, é gerente de Descomissionamento do E&P da Petrobras.

SOBRE A ABEMI
A Associação Brasileira de Engenharia Industrial (ABEMI) é uma entidade civil, sem fins lucrativos, que congrega empresas de engenharia de projeto, construção civil, montagens industriais, fabricantes de equipamentos e manutenção e de logística, responsáveis pela infraestrutura e pelo parque industrial implantados no Brasil, como também por obras dessas áreas realizadas no exterior. Foi fundada em 23 de maio de 1964 por um grupo de empresários que visavam representar suas empresas de engenharia e montagem industrial.