Apesar de cenário de incertezas, inovação está na pauta 2020 da ABEMI

Apesar de cenário de incertezas, inovação está na pauta 2020 da ABEMI

Em seu plano para 2020, o Grupo de Trabalho de Inovação e Tecnologia da ABEMI selecionou temas como relacionamento com startups, sistemas para a gestão de fornecedores e aumento de produtividade em trabalhos com tubulação. “Nosso objetivo é buscar e apresentar aos associados as melhores práticas e soluções tecnológicas do mercado internacional”, explica Alejandro Daniel Castaño, um dos integrantes do grupo, que é liderado por Marcelo Neves.

No seu primeiro ano de atividades, o GT de Inovação e Tecnologia deu foco às ações mais prementes, levando às empresas, por exemplo, o conceito de “obra enxuta”, por meio de uma parceria com o Lean Institute Brasil (LIB), firmada em novembro de 2019. Essa parceria visa ajudar os associados na otimização de processos e na eliminação de desperdícios, auxiliando na redução de custos. O GT se aproximou, também, da “incubadeira” Cubo, buscando startups que possam agregar valor em diversos processos do mercado de construção industrial.

O desenvolvimento de relacionamento com startups continua em pauta em 2020, fazendo parte do plano de temas estratégicos do GT, ao lado de questões como avaliação de maturidade de inovação nas organizações, sistemas para a engenharia e gestão de documentos e treinamento de SMS usando realidade aumentada e drones em inspeções.

Soluções relevantes

O plano para 2020 inclui, ainda, o alinhamento com o grupo de trabalho do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação sobre a indústria 4.0 e a avaliação dos requisitos da OIA (Organismos de Inspeção Acreditados). Também em pauta a avaliação do Decreto 9.377 de 17/05/18, que exigirá o BIM (Building Information Modeling) a partir de 2021.

“Cada tema tem um ou dois responsáveis pela preparação e apresentação para as empresas associadas de informações e soluções relevantes e de uso prático em seu dia a dia”, explica Alejandro. Como exemplo da importância do grupo de trabalho, ele cita a parceria com o SENAI CIMATEC, que está em desenvolvimento. “Nossa intenção é que essa parceria permita que as empresas associadas da ABEMI possam usufruir a alta capacidade de pesquisa, desenvolvimento e inovação do SENAI CIMATEC, na busca de soluções técnicas para aumento de sua produtividade e ganhos de competitividade”, resume.

Editora Conteúdo/Abgail Cardoso

Compartilhar notícia: Facebook Twitter Pinterest Google Plus StumbleUpon Reddit RSS Email

Comentários