Grupo de Trabalho da ABEMI quer contribuir com a implantação do novo marco do saneamento

Grupo de Trabalho da ABEMI quer contribuir com a implantação do novo marco do saneamento

Após a sanção do Marco do Saneamento Básico pelo presidente Jair Bolsonaro, em 15 de julho, a ABEMI continua empenhada em fazer esse tema avançar, buscando contribuir para a chegada do serviço aos milhões de brasileiros hoje desassistidos e para promover novas oportunidades de negócios para as empresas do setor.

Liderado pelo diretor da ABEMI, Joaquim Maia, e em conjunto com a ABIMAQ/SINDESAM, APECS e ABCON, o Grupo de Trabalho de Saneamento, Recursos Hídricos e Resíduos Sólidos está buscando estreitar o relacionamento com a Secretaria Nacional de Saneamento. Os integrantes do GT participaram de uma live da ABIMAQ, em julho, que contou com a participação do secretário nacional de saneamento Pedro Ronald Maranhão Braga Borges. Foi proposta ao secretário a realização de uma série de reuniões técnicas para tratar de questões ligadas à universalização do saneamento básico.

Usando toda a experiência acumulada pelas empresas associadas, o GT da ABEMI, em conjunto com as associações parceiras, elaborou um documento com sugestões para apoiar a Secretaria Nacional de Saneamento no enfrentamento dos desafios decorrentes no novo marco regulatório.

Joaquim Maia lembra que o tema saneamento envolve diversos ministérios e órgãos de governo. A coordenação das ações ligadas ao saneamento, de acordo com o marco aprovado em julho, ficará a cargo de um Comitê Interministerial de Saneamento Básico, o CISB, ligado ao Ministério do Desenvolvimento Regional. “Com nosso know-how, queremos contribuir para acelerar a universalização do saneamento”, reforça.

Segundo Joaquim Maia, os associados das entidades signatárias da proposta possuem larga experiência, capacidade instalada e know how para suprir toda a cadeia de sistemas de captação, adução, tratamento e redes de distribuição de água, bem como esgotos (coleta, tratamento e descarte) e resíduos sólidos (aterros sanitários, geração de energia), através de tecnologias e empresas nacionais.

A primeira reunião técnica do GT da ABEMI com as equipes da Secretaria Nacional de Saneamento será realizada em agosto. A expectativa é que ocorram novas reuniões bimestrais.

Editora Conteúdo/Abgail Cardoso

Compartilhar notícia: Facebook Twitter Pinterest Google Plus StumbleUpon Reddit RSS Email

Comentários