ABEMI cria grupo de estudo de meritocracia para alavancar a produtividade

Aumentar a produtividade dos trabalhadores nos canteiros de obra é um desafio permanente na construção e montagem. Um dos mecanismos que vêm sendo utilizados no mercado nesse sentido é a remuneração por meritocracia. “Acreditamos que essa é uma estratégia racional e adequada para aumentar a produtividade dos trabalhadores. Para nos aprofundarmos nesse tema, criamos um grupo de estudo com o objetivo de buscar as melhores alternativas de implementação. Cada empresa poderá, depois, adaptá-las às suas particularidades para que tenha segurança na aplicação desse tipo de programa”, afirma o diretor da ABEMI, Oscar Simonsen.
Embora o termo meritocracia venha sendo cada vez mais comentado, seu significado ainda não é bem compreendido por todos. Numa definição ampla, meritocracia significa um modelo no qual funcionários ou equipes são avaliados pelas empresas em que trabalham. “Aqueles com melhor aptidão profissional e que cumprem as metas e entregam os resultados esperados são contemplados com alguma premiação previamente definida, que pode ser financeira, brinde, dias de folga, bolsa de estudos, aumento de salário, promoção ou participação nos lucros”, explica Oscar.

Oscar Simonsen, diretor da ABEMI

Serve também como instrumento para melhorar a satisfação dos funcionários no trabalho. Ao mesmo tempo que estimula o aumento da produtividade, um programa de meritocracia reconhece e valoriza o desempenho de funcionários ou equipes que alcançam resultados superiores. Ou seja, é uma premiação por merecimento.

Segundo o diretor da ABEMI, esse tema vem sendo discutido amplamente pelas empresas do setor de engenharia industrial como forma de melhorar o ambiente de trabalho, a capacitação de seus profissionais e a introdução de novas tecnologias. “A meritocracia é uma ferramenta de premiação para alavancar a produtividade. Ela cria no ambiente um incentivo de curto prazo, atrelado a um objetivo de um determinado projeto”, explica.
Se for uma premiação financeira, não significa, porém, um aumento de salário definitivo. No aspecto legal, a Lei 13.467 de 2.017, conhecida como Reforma Trabalhista, embora não tenha trazido isenção de encargos incidentes sobre o valor da premiação, trouxe maior segurança jurídica ao fixar as regras para o pagamento do prêmio.

Como funciona
Num programa de meritocracia, é preciso que os gestores definam o que esperam de cada trabalhador ou de uma equipe e acompanhem esses desempenhos. A mensuração do desempenho deve ser baseada em metas claras, objetivas e alcançáveis. Para o trabalhador, o ganho é imediato, seja financeiro ou de outra natureza. O ganho para a empresa empregadora vem no aumento da produtividade.
Para participar do grupo de estudos da ABEMI sobre meritocracia, fale com Luís Fernando Bertolo, gerente de RH da MONTCALM, fone: 11 5585 6053, e-mail: luis.fernando@montcalm.com.br

Editora Conteúdo

Produção de conteúdo: Editora Conteúdo -www.conteudoeditora.com.br
Jornalista responsável – Melissa Kechichian – MTB. 25595
Email:melissa@conteudoeditora.com.br
©2018. Abemi. Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: Italic

R. Tabapuã 81 - 9º andar cjs. 91 e 92 - Itaim - SP
Fone: (11) 3251-0333 -abemi@abemi.org.br
EnglishPortuguese