Coalizão Valorização Energética apresenta detalhes do programa nacional para geração de energia a partir do lixo

Coalizão Valorização Energética apresenta detalhes do programa nacional para geração de energia a partir do lixo

A ABEMI e a ABREN (Associação Brasileira de Recuperação Energética de Resíduos) realizaram na sede da ABEMI, em São Paulo, o 2o Encontro da Coalizão Energética de Resíduos. Durante o evento, os participantes debateram estratégias políticas para aprovação do Programa Nacional da Recuperação Energética de Resíduos no Congresso Nacional. O evento, realizado de forma híbrida, contou com a presença de diversos convidados, entre eles o Deputado Federal Arnaldo Jardim, Presidente da Frente Parlamentar da Economia Verde. Na ocasião, foi detalhado o Projeto de Lei (PL) 924/2022, que institui o Programa Nacional de Recuperação Energética de Resíduos (PNRE).

Na ocasião, Yuri Schmitke, presidente da Associação Brasileira de Recuperação Energética de Resíduos (ABREN), apresentou os principais pontos do Projeto de Lei e destacou que o objetivo é trazer conceitos que não existem atualmente na legislação. “O PL traz 12 princípios e objetivos que contribuirão para viabilizar iniciativas voltadas à recuperação energética de resíduos. Essa tecnologia possibilita um ganho em dobro, pois auxilia no saneamento básico e, ao mesmo tempo, gera energia para a população”.

Yuri Schmitke, presidente da ABREN

Joaquim Maia, presidente da Associação Brasileira de Engenharia Industrial (ABEMI), fez um pequeno histórico da entidade ao longo dos seus 58 anos de atividades, reforçando as grandes obras que são capitaneadas pelos associados, em suas diferentes áreas de atuação.
E com relação às questões relativas a recuperação energética de resíduos, Maia destacou que “o Brasil ainda está longe do ideal, quando comparado a outros países, daí a importância de uma legislação que venha contribuir para que possamos avançar nesse quesito. A recuperação energética é o futuro, seja em plantas de tratamento térmico, em plantas de biogás, acentuando se tratar de importantes metas a serem alcançadas”, avalia.
Sobre a Coalização Valorização Energética de Resíduos
A Coalizão Valorização Energética de Resíduos uma iniciativa da ABREN e ABIMAQ que visa promover ações para incentivar o desenvolvimento da valorização energética de resíduos sólidos no Brasil, com o objetivo de promover eventos e buscar soluções legais e regulatórias para o desenvolvimento de uma indústria sustentável e integrada de valorização energética de resíduos sólidos no Brasil. Conta com participação da ABREN, WtERT Brasil, ABIMAQ, ABEMI, ABGD, ABERH, ANIP, ABEAMA, COGEN, CervBrasil, CONATREC, Coopercaps, SOBRATEMA e SINDESAM – realizou, nesta segunda-feira (25), um encontro para apresentar o detalhamento do Projeto de Lei
Editora Conteúdo

Compartilhar notícia: Facebook Twitter Pinterest Google Plus StumbleUpon Reddit RSS Email

Comentários