Obras de infraestrutura oferecem oportunidades para o setor de engenharia em São Paulo

Obras de infraestrutura oferecem oportunidades para o setor de engenharia em São Paulo

O foco do governo do Estado de São Paulo em infraestrutura e saneamento deve abrir muitas oportunidades para o setor de engenharia e melhorar a qualidade de vida da população. É o que afirma o secretário de infraestrutura e meio ambiente, Marcos Penido.

Segundo ele, a estratégia do governo estadual de unir na mesma pasta os setores de recursos hídricos, saneamento básico, energia e meio ambiente foi fundamental para acelerar os projetos ao criar um diálogo mais fácil entre esses temas. “Estando juntos, podemos ver, por exemplo, onde infraestrutura pode ajudar o meio ambiente e vice-versa. Quebrou-se o paradigma de que um setor é inimigo do outro, de que um não pode conviver com o outro. Pelo contrário, um pode contribuir com o outro”, afirma Penido.

Uma das grandes prioridades é a busca da universalização dos serviços de saneamento básico nos 373 municípios atendidos pela Sabesp, seja por meio de projetos de ampliação ou ganho de escala e de produtividade. O governo do estado, junto com a Sabesp, anunciou em agosto investimentos de R$ 6,8 bilhões nos próximos anos em contratos do programa em 13 municípios.

Nos municípios não atendidos pela Sabesp, junto com o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), o governo tem parcerias para execução de estações de tratamento e manutenção dos rios, por meio do programa de desassoreamento e do programa Renasce Tietê, que cuida das margens desse rio.

Na área de energia, o foco do governo é o fomento das energias renováveis. “Já foram emitidas a licença prévia para a construção de duas termelétricas a gás no Estado de São Paulo e vamos competir no próximo leilão de energia. Vamos anunciar parcerias com empresas para ampliação do sistema de gás. Todas elas envolvem a área de engenharia”, afirma.

Despoluição do Rio Pinheiros

Entre os diversos projetos em andamento, o secretário Marcos Penido destaca a força-tarefa para despoluição do Rio Pinheiros, em São Paulo, como a cereja do bolo. A nova etapa do projeto Novo Rio Pinheiros foi lançada em julho pelo governador João Doria e prevê intervenções em todas as sub-bacias dos grandes afluentes do Pinheiros.

“Nosso objetivo é impedir a chegada de esgoto e do lixo no rio, e aí ele começa a se depurar”, diz Penido. Com isso, ele explica, a cidade ganhará de volta o Rio Pinheiros limpo e haverá uma grande valorização do entorno, com novos empreendimentos e requalificação e revitalização das margens.

Entre as principais intervenções, Penido cita o aumento da calha e o desassoreamento, que já estão em curso com previsão de tirar 1,2 bilhão de metros cúbicos de detritos.

Em agosto, a Sabesp lançou um pacote de obras de saneamento para execução de coletores ao longo dos afluentes para receber o esgoto de uma bacia onde vivem 3,3 milhões de pessoas, num investimento de R$ 1,5 bilhão. Para o secretário, um dos destaques desse projeto é a contratação por desempenho, com a remuneração do operador com base na qualidade, no volume e nas economias geradas, o que incentiva a melhoria da produtividade.

Outra frente desse projeto é executada pela Empresa Metropolitana de Águas e Energia (EMAE), que está desenvolvendo um sistema de grades para contenção de lixo nos efluentes. Já as chamadas estações de tratamento de efluentes em áreas informais, cujo edital sai em setembro, têm o objetivo de tratar o esgoto no próprio curso d´água que recebe o esgoto, para que chegue limpo ao Pinheiros.

Com essas e outras ações e investimentos de quase R$ 70 milhões, o governo do estado promete que, em 2022, o Pinheiros terá DBO 30 (Determinação da Demanda Bioquímica de Oxigênio), um nível que permite a vida aquática. “Temos plena confiança no nosso programa, que tem a sustentação em muito planejamento e muita engenharia aplicada”, conclui o secretário de infraestrutura e meio ambiente.

Editora Conteúdo/Abgail Cardoso

Compartilhar notícia: Facebook Twitter Pinterest Google Plus StumbleUpon Reddit RSS Email

Comentários