Especialistas da Petrobras ministram palestra sobre pré-sal na sede da ABEMI

Especialistas da Petrobras ministram palestra sobre pré-sal na sede da ABEMI

Os investimentos em pesquisa e tecnologia para encontrar e extrair o petróleo localizado no pré-sal, entre as rochas, foi o tema central da palestra realizada no dia 20 de agosto na sede da ABEMI. Desta vez, os convidados foram os engenheiros da Petrobras Márcio Paulo Naumann, gerente de suporte operacional, e Marcos Vinícius de Mello, gerente de meio ambiente, ambos da Unidade de Operações de Exploração e Produção da Petrobras na Bacia de Santos (UO-BS).

Em operação desde 2009, o pré-sal na Bacia de Santos – que tem área total de 350 mil km2 e se estende de Cabo Frio (RJ) a Florianópolis (SC) – oferece oportunidades para o setor de engenharia, já que a maior parte das reservas de óleo & gás do pré-sal está em campos marítimos, em águas profundas e ultraprofundas.

Entre as vantagens da Bacia de Santos e do pré-sal, Naumann citou o elevado volume das reservas em comparação com qualquer outro sistema do mundo. “A produtividade dos reservatórios do pré-sal é enorme, tanto que apenas um poço, sozinho, produz 70 mil barris por dia. Porém ainda temos muitos desafios, muitas soluções para desenvolver e implantar. Por isso, o setor de engenharia é um importante parceiro”, comentou Naumann.

Ainda de acordo com Naumann, a Petrobras está focando as atividades de pré-sal em Santos devido ao melhor retorno e potencial, vendendo gradativamente, por meio de um programa de gestão de portfólios, os campos mais antigos. A extração vem sendo realizada em regime de partilha com operadoras, que têm direito a percentuais variáveis sobre o óleo produzido.

Licenciamento ambiental e SNUC

Durante o evento, Marcos Vinícius de Mello, gerente de meio ambiente da UO-BS, explicou como é feito o licenciamento ambiental para as operações offshore na Bacia de Santos. “Para implantar nossos empreendimentos, passamos por processos de licenciamento ambiental, que incluem a análise dos possíveis impactos na região. Cada licenciamento segue etapas em grupos. No caso do pré-sal, desde 2009, na primeira etapa, foram licenciadas três unidades de produção. Já na segunda etapa, foram 12 unidades. Na etapa três, finalizada este ano,13 unidades de produção foram autorizadas.”

Marcos comentou ainda sobre o Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC – LEI 9.985/2000), que é o conjunto de unidades de conservação (UC) federais, estaduais e municipais, que têm o objetivo de contribuir para a sustentabilidade e conservação das variedades de espécies biológicas e dos recursos genéticos no território nacional e nas águas jurisdicionais.

ABEMI e a agenda de palestras 2019

Segundo Gabriel Aidar Abouchar, diretor-presidente da ABEMI, uma das maiores preocupações da Associação é a queda de investimentos em infraestrutura, que está em um dos menores níveis históricos em relação ao PIB e pode se agravar com os cortes e bloqueios de orçamentos, prejudicando não só a engenharia, mas todos os setores econômicos e o país. “Investimentos em infraestrutura possuem grande efeito multiplicador devido à sua ampla cadeia produtiva, intensidade de mão de obra e necessidade de utilização de máquinas e equipamentos pesados”, explica.

Com perspectiva de crescimento do PIB de apenas 1% em 2019, fomentar os investimentos em infraestrutura é condição necessária para geração de emprego e renda, redução de desigualdades e melhoria da competitividade, impulsionando assim a retomada da atividade econômica nos próximos anos. Levando essa perspectiva em consideração, a ABEMI oferece vários eventos relacionados a Engenharia Industrial.

Outro foco da Associação, este ano, é a promoção da cadeia de negócios do setor. “Temos uma agenda relevante e estruturada para continuar nosso trabalho em defesa da engenharia nacional, que é um setor fundamental para a geração de empregos, para melhorar a competitividade brasileira e a qualidade de vida das pessoas”, destaca o diretor-presidente da ABEMI.

Editora Conteúdo/Abgail Cardoso

Compartilhar notícia: Facebook Twitter Pinterest Google Plus StumbleUpon Reddit RSS Email

Comentários