Clientes da Promon Engenharia vivem novas experiências com tecnologias digitais

Clientes da Promon Engenharia vivem novas experiências com tecnologias digitais

As tecnologias digitais estão transformando a experiência dos clientes da Promon Engenharia. Segundo o diretor de operações, Osvaldo Bernardo, a empresa sempre procura estar na vanguarda da tecnologia para otimizar processos, agregar valor, melhorar a produtividade e reduzir o custo global. E, mais uma vez, é uma das líderes na digitalização de ativos. “Há 10 anos, adotamos o conceito de ativos digitais. Nos últimos dois anos, intensificamos essa prática e passamos a oferecer produtos novos e de ainda mais qualidade para os clientes”, afirma Bernardo.

Ele explica que hoje os projetos são desenvolvidos digitalmente a partir de uma base de dados única chamada Data Centric, que concentra todas as disciplinas, resultando em uma engenharia integrada. “A base de dados é a mesma para todas as disciplinas e para todos os fornecedores envolvidos. Esse é o primeiro ganho e o mais importante: a qualidade da informação”, explica o diretor da Promon Engenharia.

Segundo ele, trabalhar com informações confiáveis e atualizadas evita divergências, que eram comuns no passado, na hora de integrar projetos das diferentes disciplinas na fase de construção, que muitas vezes eram desenvolvidos por fornecedores diferentes. Encontrar divergências nessa fase significava retrabalho, maior custo e perda de tempo. O Data Centric traz ainda um ganho de produtividade porque não é mais necessário ficar buscando dados em diversas fontes, reescrevendo e passando informação via documento.

A nova era do smart data
Com a digitalização dos projetos, a Promon Engenharia está vivendo os benefícios do smart data. “Podemos monitorar o projeto com dados e transformar esses dados em informação útil para o gerenciamento através do Sistema Promon de Gerenciamento que utiliza novas tecnologias de TI, como Big Data Analytics, processamento de imagens, ou seja, temos indicadores de como está andando o projeto e podemos ter um controle de forma eficiente e analítica em relação ao cumprimento de prazos, por exemplo. Podemos antecipar eventuais atrasos e tomar providências para minimizar seu impacto no cronograma”, diz o executivo.

O Data Centric é interligado ao Gerenciador Eletrônico de Documentos (GED), exclusivo da Promon, o que permite a interface com fornecedores e clientes, a análise de documentos internos e externos e a rastreabilidade das informações. Outra melhoria importante de processo possível com a digitalização dos projetos é na fase de engenharia de valor, constructability e design review. “Reunimos todos os stakeholders do cliente, operação, manutenção e projetos, junto aos nossos especialistas para repassar detalhadamente o projeto”, diz Bernardo.

Custos e prazos
Com a maquete eletrônica, eles podem fazer uma visita virtual às futuras instalações, ver e comentar cada detalhe para que sejam feitas eventuais melhorias ou ajustes que otimizam a planta ou evitam problemas futuros. “É uma reunião muito rica, que reduziu quase a zero mudanças no campo, evitando impactos no custo e prazo. O acompanhamento do cliente ao longo do projeto – são feitas pelo menos três dessas visitas virtuais por área – também facilita a passagem do bastão para a operação do cliente.”

Outra inovação da Promon para entregar mais valor é a produção de um filme profissional de 3 a 5 minutos para apresentar projetos básicos para os executivos tomadores de decisão de um cliente. Em vez de receber um relatório com mais de 100 páginas ou de assistir a apresentações também longas, o CEO e demais executivos envolvidos assistem ao filme do empreendimento.

Essa tecnologia já foi usada também por clientes da Promon para mostrar ao mercado o investimento que será feito e pela Promon na disputa de concorrências. “Todos os feedbacks que recebemos foram positivos. O filme é muito realista. Facilita, agiliza e baliza o entendimento e dá maior segurança para a tomada de decisão do investimento”, finaliza Bernardo.

Editora Conteúdo/Abgail Cardoso

Compartilhar notícia: Facebook Twitter Pinterest Google Plus StumbleUpon Reddit RSS Email

Comentários