Inovação e pioneirismo são a marca da Fluxo Soluções Integradas, associada da ABEMI

Inovação e pioneirismo são a marca da Fluxo Soluções Integradas, associada da ABEMI

Estar à frente em tecnologia é uma das estratégias da Fluxo Soluções Integradas, para se diferenciar e oferecer a melhor entrega para seus clientes. Desde o início de suas atividades, há 32 anos, a Fluxo aposta em parcerias com empresas inovadoras, que sejam líderes globais em instrumentação e automação. Atualmente, mantém contrato com 25 empresas de oito países.

Uma das mais recentes foi firmada com a Symphony Industrial AI, empresa norte-americana de manutenção prescritiva, um conceito que surgiu com a Indústria 4.0 graças ao avanço da tecnologia, como inteligência artificial e machine learning. “A manutenção prescritiva vai além da preditiva, que, neste caso, é baseada na vibração do equipamento. A prescritiva é um complemento e permite a medição da eficácia da planta”, explica Hideo Hama, presidente da Fluxo Soluções Integradas.

Segundo ele, a empresa está atenta para disponibilizar em seu portfólio as mais modernas tecnologias. Para todos os produtos e sistemas que comercializa, a Fluxo oferece serviços pós-vendas, com especialistas e oficinas espalhadas em quatro estados do país. “Já contamos, por exemplo, com tecnologia de realidade aumentada e software para gerenciamento de atividades e equipes em campo. Implantamos contratos de manutenção por disponibilidade em algumas unidades da Petrobras”, diz Hideo.

Novas tecnologias e inovações

Com essa estratégia de buscar novas tecnologias e inovações, o presidente da Fluxo destaca que a empresa foi pioneira em diversas tecnologias que estão presentes em várias refinarias, centrais petroquímicas, plantas de tratamento de gás, plataformas submarinas e terminais, no setor de O&G, petroquímica e química.

Na área de mineração, inovou com pipelines de transporte de minérios e rejeitos, e válvulas esfera, que não se desgastam com a abrasão causada por minério de ferro. Para o segmento de etanol, trouxe o sistema de gestão e controle do inventário de etanol pela medição precisa e inviolável de produção, armazenagem e expedição, permitindo uma grande economia do setor.

 Referência no setor

Hideo Hama, presidente da Fluxo Soluções Integradas

Há cerca de 15 anos, a Fluxo estruturou um setor de engenharia multidisciplinar, especializado em automação, gestão de obras e uma fábrica de sistemas sobre skids. Com essa estrutura, a empresa elabora projetos de sistemas usando as tecnologias e produtos das 25 parceiros. “Fabricamos e integramos equipamentos e sistemas em nossa unidade, o que reduz custos e tempo de implantação no empreendimento, pois o sistema já sai da fábrica testado e pronto para operação”, explica Hideo.

Uma das inovações em que a Fluxo é referência é o Sistema de Recuperação de Vapor, sob licença da americana Jordan Technologies, que evita a perda de voláteis para a atmosfera. A empresa já forneceu 24 dessas unidades, com equipamentos aprovados pelos órgãos ambientais competentes.

Atualmente, entre outros projetos, está desenvolvendo, em processo de turn key, o sistema de coleta e queima de vapores em combustores de chama enclausurada para terminais de Alemoa, São Sebastião e Barra do Riacho, todos da Transpetro.

Para o novo mercado de gás, que visa reduzir o preço desse insumo em 40% a 50%, a Fluxo tem fornecido sistemas que ligam o FSRU (Floating Storage Regasification Unit) à planta termoelétrica, compreendendo toda a medição fiscal, o sistema de aquecimento, regulagem, de filtragem e cromatografia.

A empresa trabalha em paralelo com o grande mercado de biogás, fornecendo, além dos mesmos sistemas utilizados no GN, sistemas de cogeração para plantas que necessitam de calor ou frio para a redução dos custos e o aumento de eficiência.

Para o desenvolvimento dessas estratégias e a continuidade da busca de inovações que interessem aos mercados atendidos, a Fluxo investe na formação de profissionais, com um programa permanente de trainees com duração de dois anos. O programa tem em média 15 trainees, principalmente da área de Engenharia. A empresa busca alunos do terceiro ano da faculdade, que tenham bom desempenho e falem inglês. “A maioria dos diretores e gerentes da Fluxo iniciaram como trainees. Isso é um motivo de orgulho para nós”, conclui o presidente da empresa.

Editora Conteúdo/Abgail Cardoso

 

 

Compartilhar notícia: Facebook Twitter Pinterest Google Plus StumbleUpon Reddit RSS Email

Comentários