Circulo Amarelo Esq

Palestra realizada na ABEMI destaca oportunidades de negócios entre Brasil e Turquia

Istanbul Turkey Bosporus Bridge

Atualmente, a Turquia representa 0,31% da pauta de exportações de produtos brasileiros, ficando em 48o lugar na lista de destinos. Por sua vez, o Brasil está na 31a posição de importadores da Turquia. Mas um trabalho que vem sendo desenvolvido pela butique de financial advisory LBittar Partners, em conjunto com a ENR Representações, revela que existem boas oportunidades de negócios entre empresas brasileiras e turcas no setor de infraestrutura.

Essa foi a principal mensagem da presidente Luciana Bittar, da LBittar Partners, que esteve na ABEMI, em outubro, para uma apresentação aos associados. Com ampla experiência internacional, ao se mudar para a Turquia, há quatro anos, a brasileira ficou impressionada com a avançada infraestrutura de comunicação, trilhos, portos e aeroportos do país, que é o segundo colocado em investimentos nessa área no ranking da Engineering News-Record, após a China e à frente dos Estados Unidos. Filha de um ex-executivo do setor, ela logo vislumbrou oportunidades para fomentar parcerias entre empresas turcas e brasileiras e criou a LBittar Partners para desenvolver negócios entre os dois países, com apoio da Embaixada brasileira.

Oportunidades e sinergia

“Houve um grande desenvolvimento da infraestrutura da Turquia na última década, e ainda há muitos projetos no pipeline do país, mas as empresas turcas precisam expandir sua atuação. Por terem pouca experiência internacional e pela falta de um histórico de obras internacionais importantes, têm muito a ganhar ao estabelecer parcerias com empresas brasileiras”, afirma. Já o Brasil tem um portfólio de milhares de obras paralisadas que precisam ser retomadas, e há a promessa de abertura de novos editais para investimentos em portos, terminais e aeroportos.

Diante desses cenários, Luciana considera, primeiramente, o Brasil e, depois, a América Latina como destinos preferenciais para investimentos de empresas turcas. As empresas brasileiras de engenharia industrial viveram um período difícil nos últimos anos e enfrentam dificuldade para obter recursos para investimentos, mas acumulam grande bagagem técnica e experiência internacional.

“Existem muitas oportunidades de sinergia e atuação conjunta em projetos no Brasil e na Turquia. Com apoio da ENR Representações e de uma equipe no Brasil, temos feito um trabalho de divulgação para aproximar as empresas e, em breve, deveremos ter os primeiros resultados. Para as empresas brasileiras, um dos benefícios da união com empresas turcas é facilitar o acesso a financiamento.”

Editora Conteúdo/Abgail Cardoso

 

Compartilhe:

Posts Relacionados

ABEMI participa de reunião no MME de estímulo à indústria local de bens e serviços
Bc7a6ad746facc1d5c9874483b0af083
Na última quinta-feira (11), o presidente da Associação Brasileira de Engenharia Industrial (ABEMI), Joaquim Maia, reuniu-se com representantes...
A importância contínua e a evolução das práticas de integridade corporativa
Cartão Postal Florianopolis Preto E Branco (1)
Em entrevista recente, Marcelo Lima, Chief Compliance Officer da ABEMI e Diretor de Governança e Integridade da TSE...
ABEMI participa da posse da nova presidente da Petrobras
Img 20240619 Wa0090 (1)
A cerimônia de posse da nova presidente da Petrobras, Magda Chambriard, realizada hoje (19/06) no Centro de Pesquisas...