Coalização Valorização Energética de Resíduos tem participação ativa da ABEMI

Coalização Valorização Energética de Resíduos tem participação ativa da ABEMI

Representada pelo presidente Gabriel Aidar Abouchar e o diretor Joaquim Maia, a ABEMI participou, no dia 29 de setembro, do lançamento da Coalizão Valorização Energética de Resíduos e é uma das 10 entidades signatárias desse movimento liderado pela ABREN (Associação Brasileira de Recuperação Energética de Resíduos).

A Coalizão tem como objetivo promover ações para incentivar o desenvolvimento da valorização energética de resíduos sólidos no Brasil, visando buscar soluções legais e regulatórias para o desenvolvimento de uma indústria sustentável e integrada de valorização energética de resíduos sólidos no Brasil.

Na abertura do evento de lançamento, o vice-presidente do Conselho da ABREN, Antônio Bolognesi, destacou que o Brasil precisa ser alçado a um outro nível na gestão e no tratamento dos resíduos sólidos.

Geração de energia

Solução avançada no Japão e na Europa, as usinas de recuperação energética (URE) ou Waste-to-Energy (WtE) ainda estão começando no Brasil. As WtE usam materiais recicláveis para gerar energia, o que traz benefícios para o meio ambiente, a saúde da população e a mitigação do aquecimento global.

Interessante do ponto de vista ambiental, essa solução é o topo da cadeia em termos de tecnologia. “É muito importante começar a difundir esse conceito por aqui, mas para sua implantação ainda precisamos percorrer um caminho longo, que inclui a ampliação da coleta seletiva, que hoje não chega a 4%, e a viabilização de pesados investimentos”, destaca Joaquim Maia.

Editora Conteúdo/Abgail Cardoso

 

 

 

 

Compartilhar notícia: Facebook Twitter Pinterest Google Plus StumbleUpon Reddit RSS Email

Comentários