Circulo Amarelo Esq

Coalizão, liderada pela ABEMI, apresenta estudo sobre desafios no transporte de gás do pré-sal

Blue White Futuristic Simple Photo Artificial Intelligence Youtube Thumbnail (1)

A Associação Brasileira de Engenharia Industrial (ABEMI), líder da Coalizão pela Competitividade do Gás Natural, estará em Brasília nos dias 31 de outubro e 01 de novembro, para apresentar o estudo realizado pelo Instituto de Energia da PUC-Rio (IE-PUC), na pessoa de seu presidente, Joaquim Maia e demais representantes da Coalizão.

O estudo que será apresentado ao Ministério de Minas e Energia, nas reuniões públicas dos comitês técnicos do Gás para Empregar, ressalta desafios críticos na transferência de gás do pré-sal para a malha da Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia-Brasil (TBG), mais especificamente nos comitês 1,2 e 5, cujo enfoques são:

  • Comitê 1: Disponibilidade do Gás Natural (exploração e produção – Reservatórios e FPSOs)
  • Comitê 2: Acesso ao mercado de GN (escoamento, processamento, transporte, estocagem e terminal de GNL)
  • Comitê 5: Papel do GN na Transição Energética.

Segundo as descobertas, existem limitações na movimentação e preocupações de segurança, que poderiam potencialmente dividir o mercado em duas áreas com preços distintos. A Coalizão proporá recomendações e soluções para os desafios identificados, enfatizando a importância da colaboração entre o setor público e privado para superar essas dificuldades. As possíveis propostas visam promover um mercado de gás mais eficiente, acessível e competitivo, garantindo assim o crescimento sustentável do setor.

Blue White Futuristic Simple Photo Artificial Intelligence YouTube Thumbnail (2)

Desafios importantes

Uma dessas áreas seria abastecida principalmente por gás nacional, oferecendo preços mais acessíveis, enquanto a outra dependeria de gás natural liquefeito (GNL) importado, resultando em preços mais elevados para os consumidores. O estudo destaca a urgência de revisar a tarifa de interconexão entre as malhas da Nova Transportadora do Sudeste (NTS) e TBG, uma questão que está atualmente na agenda regulatória da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), com uma nova resolução prevista para ser concluída até abril de 2025.

Joaquim Maia, presidente da ABEMI, enfatiza a importância de abordar esses desafios cruciais no setor de gás, propondo investimentos significativos em infraestrutura de escoamento e processamento para atender à crescente demanda de gás do pré-sal. Além disso, o estudo identificou a demanda por novos gasodutos para o fornecimento de gás a novas fábricas de fertilizantes, evidenciando a necessidade de preços competitivos no setor.

IMG_6740
Joaquim Maia, da ABEMI

Maia destaca ainda a importância da participação do setor privado caso a viabilidade esteja comprovada. A apresentação do estudo representa um passo fundamental para promover a compreensão dos desafios atuais e futuros no setor de gás, visando garantir um mercado competitivo, eficiente e sustentável no Brasil.

Grupo CCGNMP

A Coalizão pela Competitividade do Gás Natural Matéria-prima (CCGNMP) é um grupo técnico multidisciplinar liderado pela Associação Brasileira de Engenharia Industrial (ABEMI), entidade líder e com coordenação técnica da Associação Brasileira da Indústria Química (ABIQUIM). E pelas entidades: Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (ABDIB), Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (ABEGÁS), Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), Associação Brasileira da Indústria do Plástico (ABIPLAST), Confederação Nacional do Transporte (CNT), Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN), Transportadora de Gás Brasil Central S/A (TGBC), Organização Nacional da Indústria do Petróleo (ONIP), IAB – Instiuto Aço Brasil, Associação Nacional dos Fabricantes de Cerâmica para Revestimentos, Louças Sanitárias e Congêneres (ANFACER), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia do Estado de Sergipe (SEDETEC), Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico do Estado de Minas Gerais (SEDE) e Secretaria de Estado de Energia e Economia do Mar do Estado do Rio de Janeiro (SEENEMAR).

Editora Conteúdo

Share:

Related Posts

O papel da energia nuclear na transição energética foi tema de webinar da ABEMI
Cópia De Post Feed Fotográfico Moderno Fashion Branco E Lilás (1)
A palestra realizada pela ABEMI sobre “O Papel da Energia Nuclear na Transição Energética no Brasil e no...
ABEMI presente na OTC 2024: fortalecendo a indústria brasileira de óleo e gás
Imagem Do Whatsapp De 2024 05 10 As 18.06.18 2f955078 (1)
A Associação Brasileira de Engenharia Industrial (ABEMI) marcou presença na Offshore Technology Conference (OTC) 2024, reforçando a importância da indústria...
ABEMI participa de evento naval/offshore organizado pela Petrobras e IBP
Img 20240425 Wa0048 (1)
A ABEMI esteve presente no evento realizado na última quinta-feira, dia 18/04, no Rio de Janeiro (RJ), em...